Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um dia com colite ulcerosa

O drama diário de quem tem DII, doença inflamatória intestinal

Um dia com colite ulcerosa

O drama diário de quem tem DII, doença inflamatória intestinal

Não mais em silencio

Ao longo de 5 anos a conviver com a doença, a necessidade de ser compreendida torna-se a cada dia que passa uma realidade.

Ao longo de 5 anos a ler artigos cientificos e blogs de pessoas com a mesma doença, houve um texto que me chamou especial atenção. Fala das confissões de um doente com doença inflamatória do intestino. Vou deixar o link abaixo, caso tenha interesse em ver.

Este texto retrata bem o sentimento, a dor e as angustias por que passamos muitas das vezes, só para não dizer sempre, por não sermos compreendidos.

Por isso tal como o autor do texto, decidi não mais ficar em silencio, não ter mais vergonha de mostrar a minha fragilidade, não mais colocar a capa de super mulher, e incentivar outros a fazer o mesmo.

Um dia com colite ulcerosa é como viver num país tropical, em que num só dia fazem as 4 estações, comigo passa-se o mesmo... Posso acordar cheia de energia, como de um momento para o outro fico cansada, cansada e preciso de voltar para a cama. A constante fraqueza e dores consome-me a pouca energia que tenho e qualquer positivismo que ainda resta dentro de mim. E depois desde o acordar até á noite ao deitar é uma corrida constante para a casa de banho... outra tortura...

Neste momento sinto que perdi o controlo da minha vida, sinto-me repetitiva quando digo que estou cansada, que nao tenho energia, e não não é preguiça. Sinto-me culpada por estar a sobrecarregar a minha familia, e quando decidimos ir de férias estou sempre cansada para os acompanhar... e não não é preguiça.

Tenho a familia mais espectacular mas nem sempre sou compreendida e o cansaço deles tambem é notorio e a paciencia por vezes falta... eu propria estou cansada de mim!! 

Não sou preguiçosa por não ir trabalhar, cozinhar, limpar, sair da cama, não me mexer, socializar, é porque não consigo. 

Devo estar maluca... como digo tantas vezes cá em casa... ninguem percebe, eu não percebo, uns dias bem, outros mal... Não quero estar doente!!! E sim ainda estou em negação e frustada...ninguem merece passar por isto. Não tenho controlo sobre o meu corpo. Perdi o meu controlo remoto. Se alguem o encontrar por favor devolver sim!!

 

Segue a baixo o link com o texto que me fez despertar, afinal existe alguem que sente exactamente o que eu sinto. E se estes textos tantas vezes me servem de consolo, espero poder tambem contribuir para o consolo de alguem, esteja a passar pelo mesmo ou não. O que interessa é que nos toque ao coração, porque um sorriso e uma cara bonita pode esconder muito sofrimento.

 

https://crohnsdisease.com/living/confessions-ibd-ninja/

 

2 comentários

Comentar post